Seguidores

sábado, 2 de novembro de 2013

O NASCER PARA O ALÉM...



Há quem morra todos os dias. 

Morre no orgulho, na ignorância, na fraqueza. 
Morre um dia, mas nasce outro. 
Morre a semente, mas nasce a flor. 
Morre o homem para o mundo, mas nasce para Deus.


Assim, em toda morte, deve haver uma nova vida. 

Esta é a esperança do ser humano que crê em Deus. 
Triste é ver gente morrendo por antecipação... 
De desgosto, de tristeza, de solidão. 
Pessoas fumando, bebendo, acabando com a vida. 
Essa gente empurrando a vida. 
Gritando, perdendo-se. 
Gente que vai morrendo um pouco, a cada dia que passa.


E a lembrança de nossos mortos, despertando, em nós, o desejo de abraçá-los outra vez. 

Essa vontade de rasgar o infinito para descobri-los. 
De retroceder no tempo e segurar a vida. 
Ausência: - porque não há formas para se tocar. 
Presença: - porque se pode sentir. 
Essa lágrima cristalizada, distante e intocável. 
Essa saudade machucando o coração. 
Esse infinito rolando sobre a nossa pequenez. 
Esse céu azul e misterioso. 


Ah! Aqueles que já partiram! 

Aqueles que viveram entre nós.
Que encheram de sorrisos e de paz a nossa vida. 
Foram para o além deixando este vazio inconsolável. 
Que a gente, às vezes, disfarça para esquecer. 
Deles guardamos até os mais simples gestos.


Sentimos, quando mergulhados em oração, o ruído de seus passos e o som de suas vozes.

A lembrança dos dias alegres. 
Daquela mão nos amparando. 
Daquela lágrima que vimos correr.
Da vontade de ficar quando era hora de partir.
Essa vontade de rever aquele rosto.
Esse arrependimento de não ter dado maiores alegrias. 
Essa prece que diz tudo. 
Esse soluço que morre na garganta...


E... 

Há tanta gente morrendo a cada dia, sem partir. 
Esta saudade do tamanho do infinito caindo sobre nós. 
Esta lembrança dos que já foram para a eternidade. 
Meu Deus!
Que ausência tão cheia de presença! 
Que morte tão cheia de esperança e de vida!


Texto: Padre Juca 

Adaptação: Sandra Zilio


sexta-feira, 1 de novembro de 2013

VIVER EM CRISTO NOSSA META !


Hoje 01 de Novembro é solenidade de Todos os Santos e amanhã celebramos os Fiéis Defuntos (Dia de finados). Você pode até perguntar o que uma celebração tem a ver com a outra? Respondo: para chegarmos à glória nos céus precisamos morrer na carne, como diz São Paulo em Filipenses 1, 21: “Para mim, viver é Cristo, e morrer é lucro”. Ou seja, o que importa e precisa mover nossos corações é o desejo de Céu, é o desejo de estar com Cristo na glória. Aos santos que veneramos e muitos deles não sabemos o nome – por isso esta data tão linda, para celebrar a todos aqueles que nos precedem no céu – nos deixam um grande exemplo e olhando para eles precisamos ter o desejo de lutar todos os dias para alcançarmos esta grande dádiva de contemplar Deus em sua glória e experimentar a verdadeira e eterna alegria, o lucro como diz São Paulo. Não podemos ter medo da morte ou a vê-la somente como uma grande dor, ter saudades sim, é louvável, mas precisamos transformar essa saudade em uma bela oração para aqueles que amamos e já não mais estão aqui, mas comungarão conosco do céu um dia. Pois a nossa salvação nos chegou pela morte de Jesus Cristo, Nosso Senhor na cruz, morte dolorosa, mas vitoriosa, pois nos abriu a porta do céu.
O dia de Todos os Santos é para nos abrir os olhos ao desejo que sempre precisa arder forte em nossos corações o desejo de céu, que começa aqui, nas nossas lutas diárias para sermos melhores cristãos. Assim olhando para nossos irmãos santos que já contemplam a glória, rezemos para aqueles que necessitam de nossas orações e que alcançaram essa linda graça de estar com Deus no céu um dia.
Santos e santas de Deus, rogai por nós!!!!

http://blog.cancaonova.com/bh/2012/11/01/01-de-novembro-dia-todos-os-santos/