Seguidores

quinta-feira, 16 de maio de 2013

UMA ENORME FORÇA



Um mestre e seu discípulo caminhavam por uma estrada de terra depois de uma violenta tempestade. Em determinado ponto eles viram uma carroça atolada até o eixo. O cavalo fazia uma força tremenda para tirar a carroça da lama, enquanto o carroceiro, ajoelhado ao lado, pedia as bênçãos de Deus para conseguir resolver o problema. Ao ver a cena, o discípulo disse:
- Que homem de sorte! Vamos ajudá-lo?
O mestre respondeu:
- Não! Vamos seguir nosso caminho!
Mas adiante, ainda sem entender por que não haviam ajudado o pobre homem, o discípulo avistou outra carroça nas mesmas condições. Só que, desta vez, o carroceiro estava furioso, falando palavrões e maldizendo a situação. Desta vez, o mestre suge-riu:
- Vamos ajudar esse homem.
O discípulo não entendeu e perguntou:
- Mas, senhor, o outro carroceiro estava rezando e nós não o ajudamos; este está xingando e nós vamos ajudá-lo?
O mestre respondeu:
- Tudo o que ele está falando é da boca para fora. Observe a ação deste homem.
O discípulo olhou e viu o homem com o ombro cheio de sangue, embaixo da carroça, fazendo uma enorme força para tirá-la da lama.
Eles ajudaram o rapaz, que, em seguida, agradeceu e foi embora. Depois disso, o mestre citou a frase de Santo Inácio de Loyola: 
- Nós devemos rezar, sim, como se tudo dependesse de Deus, mas devemos agir como se tudo dependesse de nós.

Um comentário:

  1. OI Cris...hj, vc esteve presente no terço que rezo na rádio...li essa historinha no final... beijus!!

    ResponderExcluir

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!