Seguidores

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

CAMPANHA MISSIONÁRIA 2012


A Igreja é, por sua natureza, missionária. Com o objetivo de recordar aos cristãos essa identidade, todos os anos, no mês de outubro, realiza-se a Campanha Missionária. O tema deste ano é "Brasil Missionário, partilha a tua fé", um apelo para que não guardemos somente para nós o que recebemos. O tema está em sintonia com a proposta do 3º Congresso Missionário Nacional, realizado em Palmas (TO) de 12 a 15 de julho e com o 4º Congresso Missionário Americano e 9º Congresso Missionário Latino-Americano (CAM4/Comla9), que acontecerá em 2013, na Venezuela. A fé se fortalece na medida em que é partilhada e o amor é a expressão máxima daquilo que professamos. Hoje o Brasil conta com a presença atuante de quase 2.000 missionários e missionárias espalhados por diversos países de todos os continentes. Isso representa um grande gesto de partilha, mas não podemos achar que é suficiente. O convite a partilhar a fé, nos recorda que a tarefa missionária continua urgente e sem fronteiras. Pela sua potencialidade, o Brasil pode dar muito mais.

Para ajudar a refletir e conhecer mais sobre a Missão, todos os anos, as Pontifícias Obras Missionárias (POM), preparam um roteiro para a Novena Missionária, um DVD com diversos testemunhos, cartazes, orações dos fieis e envelopes para a coleta no Dia Mundial das Missões, celebrado no penúltimo domingo de outubro desde 1927. As dioceses remetem as coletas para as POM que envia ao Fundo Universal de Solidariedade Missionária, em Roma, e, dali, os recursos são distribuídos para atender às necessidades missionárias no mundo inteiro. A partir de 2010, no Brasil, a Campanha Missionária passou a ser feita em conjunto com a Comissão para a Amazônia, da CNBB.

A origem da Missão se encontra em Deus que confia seu Plano de Salvação a Cristo, no Espírito Santo. Jesus escolhe e chama discípulos para estar com ele, formar comunidade na unidade com o Pai e o Espírito (cf. Mc 3,13) e para os enviar até os confins da terra. Eles recebem do Mestre a ordem de continuar a mesma obra como Igreja. Os que acolhem o Evangelho reúnem-se em comunidade e, pelo batismo assumem a obra de Jesus (At 2, 41). Nesse sentido, quem aceita a sua mensagem, não pode guardá-la para si. A ordem é: "Ide, pregai a Boa Nova a toda criatura" (Mt 28), a todos os povos e culturas de todos os tempos. Essa é agora a Missão da Igreja.

Após 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II, urge que a Igreja reencontre "o mesmo impulso apostólico das primeiras comunidades cristãs que, pequenas e indefesas, foram capazes de difundir o Evangelho no mundo inteiro", afirma o Papa Bento XVI na sua Mensagem para o Dia Mundial das Missões 2012. O papa recorda ainda que o Concílio e o Magistério da Igreja insistem "sobre o mandato missionário que Cristo confiou aos seus discípulos e que deve ser compromisso de todo o Povo de Deus, bispos, sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e leigos". Ao falar sobre a atualidade da Missão, Bento XVI insiste: "também hoje a missão ad gentes deve ser o constante horizonte e o paradigma por excelência de toda atividade eclesial, porque a própria identidade da Igreja é constituída pela fé no mistério de Deus, que se revelou em Cristo para nos trazer a salvação, e pela missão de testemunhá-lo e anunciá-lo ao mundo, até o seu retorno". Nessa perspectiva, faz sentido levar a sério o tema da Campanha: "Brasil Missionário, partilha a tua fé".


 Jaime C. Patias, IMC, é Secretário Nacional da União Missionária e assessor de comunicação das POM.

Fonte: www.pom.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!