Seguidores

quinta-feira, 1 de março de 2012

COMPROMISSO QUARESMAL


       Vitorino, funcionário de um ministério, decidiu passar a Quaresma sem fumar. Pareceu-lhe que seria uma boa maneira de 'ganhar' o Céu. E foi cumprindo, dia após dia, embora com muito custo. A esposa, muito paciente, foi notando que ele se tornava cada vez mais insuportável.
       Quando chegou à noite da Segunda-feira Santa, já com a Quaresma prestes a terminar, deitou-se mais uma vez nervoso e de mau-humor. Exclamou:
       - Esta noite não vou conseguir dormir!
       A esposa, pacientemente, não o contradisse:
       - Não vamos dormir, nem tu nem eu!
       Ao longo da Quaresma, este homem, de facto, não fumou mas foi ficando cada vez mais azedo.
       Entretanto, a sua esposa ia tendo cada vez mais paciência para o aturar.
       Pouco tempo depois da Páscoa, o homem teve uma síncope cardíaca e foi bater à porta do Céu.
       Quando chegou, São Pedro levou-o para um modesto lugar junto da porta. O homem resmungou:
       - Então andei uma Quaresma inteira sem fumar e fico aqui num dos piores lugares?
       São Pedro voltou a consultar o ficheiro e disse:
       - Vitorino: Aqui está a tua ficha. Nela está escrito: «Tem uma esposa santa; aguentou o seu marido sem fumar a Quaresma inteira»".

in Juvenil, n.º 535, Março 2010.

Um comentário:

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!