Seguidores

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

A CASINHA E O AMOR

“Imagine quantas casas existem na região onde moramos? E nos campos espalhados no mundo inteiro? À beira-mar? Nas pequenas cidades e nas grandes então? São milhares de casas, não só de casas... mas de prédios com vários apartamentos. Não podemos esquecer que existem casas também debaixo das pontes, dos viadutos, nas ruas e calçadas.
Existem casas onde mora uma só pessoa... Em outras moram pequenas famílias e em algumas não mora ninguém: estão abandonadas...mas existem casas que estão cheiinhas, repletas de pessoas!
E em minha casa? Quantas pessoas moram nela?  sabemos também que dentro de cada uma das pessoas que moram nos milhares de casas espalhadas no mundo inteiro, portanto  também dentro de mim, existe uma casinha, uma morada!  Você já sabe que casinha é esta? O Coração!
Muitas vezes esta casinha encontra-se: sonolenta, doente, suja, impressionante... aparentemente parece estar feliz!
Outras vezes, esta casinha, encontra-se cheia de mágoas, raiva, ressentimentos, até ódio, insatisfação, angústia... enfim... toda chagada. E tristemente esta chaga se expande e contamina (envolve) outras pessoas que estão perto da gente: o esposo, a esposa, os filhos, os parentes, vai se estendendo até chegar o vizinho e quando menos se pensa já contaminou a Cidade... o País... o mundo!
Mas nem tudo está perdido... estas chagas da nossa casinha têm cura... só é preciso muito exercitar... é preciso ter força de vontade; ou seja; querer curar as chagas desta morada... sabe porque depende só de mim???
Porque Alguém maravilhoso que se chama JESUS, um dia, tomou sobre si os nossos pecados, as nossas chagas. Jesus carregou paciente e amorosamente a Cruz dos nossos pecados, as nossas aversões a Deus. Nas Suas Santas Chagas nós fomos curados. De tal maneira que podemos voltar-nos a DEUS N’ELE e por causa D’ELE, de Sua Cruz...
Através da minha conversão diária, através da minha obediência às Suas Leis e aos Seus ensinamentos... através da aceitação das pequenas cruzinhas diárias, paciente e amorosamente como Ele aceitou a pesada Cruz  dos meus pecados... assim, vou me exercitando...
Seguindo o Exemplo, a Vida e os Ensinamentos de Jesus... sabemos que Ele  nos deixou os Sacramentos e... através do arrependimento contrito e sincero, através da Confissão dos meus pecados, com um Sacerdote da Igreja Católica, a quem Deus deu poder “autoridade” para absolver os pecados em Nome D ’Ele : “-Eu te absolvo”, diz o Sacerdote em Nome de Jesus, no lugar de Jesus, estarei assim  me esforçando para curar as chagas da minha morada: do meu coração...e contribuindo para a cura das chagas do mundo, especialmente daqueles que estão mais próximos de mim...e Deus espera isto de cada um de nós.
Assim nosso coração ficará forte, sadio, alegre, limpinho, saudável para o céu... contagiando outros corações, com seu brilho, seu amor, sua luz.
Jamais poderemos nos esquecer que estando Jesus na Cruz, Ele nos entregou Maria como nossa Mãe. E a Maternidade de Maria, não conhece limites de raças, tempo ou lugar, ela se expande em horizontes universais... e neste universalismo descobrimos outro básico especial para nossa conduta e relações sociais: Todos somos irmãos. Devemos ajudar uns aos outros, levando-os todos à Deus.
Aceitando Maria como nossa Mãe e nos entregando à Ela : Maria cuidará de cada um de nós como cuidou do Seu pequeno Jesus: carinhosa e amorosamente, ornando nossos corações com Suas Virtudes: oração, obediência, humildade, pureza, silêncio, pequenez, perfeito abandono e confiança... e, com as flores da Sua Graça. Maria triunfará desde já nele e o preparará , transformando-o numa morada tão bela, que o Pequeno Jesus, escondido na pequenina Hóstia branca, se regozijará em habitar nele.
E Jesus, ao estabelecer Sua morada em nosso coração... já triunfará Eucaristicamente nele. Assim o Reino Eucarístico de Jesus já começa a acontecer... em cada coração... até que chegue o dia então que não mais existirão corações chagados, mas corações cheios de muito amor... onde reinarão  para sempre: JESUS e MARIA !
O Mundo estará então ornamentado com as flores de amor, de Paz e de Justiça, terá então se instaurado o Reino de Maria e de Jesus no mundo... e todos estarão reunidos (Um só Rebanho) em uma Comunidade de Amor ( pessoas de todas as raças) ao redor de um único Pastor (Pedro), cujo centro desta Comunidade de Amor será: JESUS EUCARÍSTICO! ”.
     

4 comentários:

  1. Nossa!!! Que lindo !!
    graças a Deus minha casinha tá cheio de amor,mas estamos sempre rezando por aquelas que não tem, casinhas que não abrem a porta pro amor entrar Jesus o amor

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, Cris!
    O nosso coração é mesmo uma casinha onde Deus quer fazer a Sua morada! Você tem razão: as nossas postagens estão relacionadas ao mesmo tema.
    Acho que estamos sintonizadas pela própria vontade de Cristo, hein? rs
    Um grande abraço em seu coração, amiga!
    Com carinho,
    Angela

    ResponderExcluir
  3. Publiquei uma enquete lá no blog, por que gostaria de saber quanto é o tempo dos encontros em outras regiões do país, pois acho que em minha paróquia o tempo é muito curto, é somente 1 hora de duração. Gostaria de receber sua participação, a enquete estará em aberto neste final de semana.

    Acesse para votar:
    http://catequesecomcriancas.blogspot.com/2012/01/gostaria-de-saber-um-pouco-mais.html

    ResponderExcluir
  4. Que lindo texto Cristiane. Gostei da analogia casinha/coração. Não podemos desuidar da limpeza de nossa ccasinha/coração. Não cuidemos só da aparência mas daquilo que realmente impota. Bjs.

    ResponderExcluir

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!