Seguidores

domingo, 17 de julho de 2011

O VALOR DAS PEQUENAS COISAS


Em cada indelicadeza, assassino um pouco aqueles que me amam.

Em cada desatenção, não sou nem educado, nem cristão.

Em cada olhar de desprezo, alguém termina magoado.

Em cada gesto de impaciência, dou uma bofetada invisível nos que convivem comigo.

Em cada perdão que eu negue, vai um pedaço do meu egoísmo.

Em cada ressentimento, revelo meu amor-próprio ferido.

Em cada palavra áspera que digo, perdi alguns pontos no céu.

Em cada omissão que pratico, rasgo uma folha do evangelho.

Em cada esmola que eu nego, um pobre se afasta mais triste.

Em cada oração que não faço, eu peco.

Em cada juízo maldoso, meu lado mesquinho se aflora.

Em cada fofoca que faço, eu peco contra o silêncio.

Em cada pranto que enxugo, eu torno alguém mais feliz.

Em cada ato de fé, eu canto um hino à vida.

Em cada sorriso que espalho, eu planto alguma esperança.

Em cada espinho, que finco, machuco algum coração.

Em cada espinho que arranco, alguém beijará minha mão.

Em cada rosa que oferto, os anjos dizem: Amém!


Roque Schneider

2 comentários:

  1. Olá Cristiane!
    Obrigada por seguir o meu blog.
    Com todo carinho também estou te seguindo pois achei seu blog lindo.
    Parabéns!!!
    A paz de Jesus e o amor de Maria.

    ResponderExcluir
  2. Oiii Cris!! Obrigada pelos seus últimos comentários no curso! Parabéns pela sua vitória!
    Li o depoimento que vc mandou para a Sheila e fiquei feliz pela sua coragem e força de vontade de dar a volta por cima! E agora ainda mais de saber que a música foi um instrumento q ajudou para a sua cura...
    Há três anos atrás eu me recuperei de uma coisinha chamada "Síndrome do Pânico". Tive um estresse pós-traumático um ano depois que meu pai faleceu e começei a desenvolver muito medo das coisas, principalmente de doenças...
    Quando tinha as crises, a música era um meio de atingir a tranquilidade e voltar ao meu estado normal...

    Hoje, estou muito feliz pois Jesus me curou através do meu tratamento médico e hj voltei a ser alegre e + corajosa, mas, claro, dentro dos meus limites.

    Um super beijo e uma semana abençoada!
    Layse

    ResponderExcluir

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!