Seguidores

domingo, 5 de junho de 2011

DEUS NÃO TE ABANDONA...


Certa vez, uma criança soltou-se da mão de seu pai e meteu-se no labirinto de um circo recém-chegado. No meio da brincadeira, ela apavorou-se. 
O pai corria por todos os cantos tentando encontra-la, o mais rápido possível, para tira-la daquela angústia. Apesar de todos os esforços, o pai não conseguia encontrar o caminho.
 Com o coração apertado, cheio de dó, e as lágrimas já brotando nos olhos, ele persistia em buscar o filho amedrontado. Não via a hora de acabar com aquela infeliz aventura.
Depois de mais um tempo de procura, percebeu onde estava a criança, foi correndo ao seu encontro e ficou abraçado com ela até que parasse de chorar e se acalmasse.
 Que injustiça seria se o filho, sem querer saber de nada, empurrasse com toda força o seu pai e o rejeitasse dizendo: “Como, pai? Como você pôde me abandonar e me deixar sozinho?”.
É exatamente o que fazemos com Deus em inúmeras situações. Somos nós que soltamos a mão dEle e O abandonamos, que nos perdemos pelos labirintos da vida e que nos prendemos nas armadilhas do pecado. 

Não é Deus que nos abandona. Dizia Santo Agostinho: “Fica seguro: Deus não te abandona a não ser que tu O abandones primeiro”.

Um comentário:

  1. Fiz um link seu em meu blog depois confere lá http://blogjonathancruz.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!