Seguidores

quinta-feira, 19 de maio de 2011

5º DOMINGO DA PÁSCOA- JESUS, CAMINHO VERDADE E VIDA


Historinha da semana:
A novela das mãos

Técnica: Teatro das mãos (caracterizadas de acordo com seus papéis) com narração (linguagem coloquial, de acordo com o personagem).

Personagens: 1 e 2- Fúteis; 3- Criança pobre que pede; 4- Político; 5- João Buscavoto; 6- Mãe de velhinha (carrega uma carteira pobre  trêmula); 7- Assaltante com arma; 8- Mão expressiva e forte para Jesus; 9- Mão de criança fechadinha; 10- Mão de criança com dedo de curativo. 11- mão do marido – 12- mão da mulher – 13- mão suja
Mãos
Nós vamos aprender muitas coisas com as mãos que vão aparecer aqui nesta casinha de fantoches e irão nos   ensinar a ver como andam as nossas próprias mãos.

Então, vamos ficar bem caladinhos para assistirmos à "novela das mãos"...?

Está começando:

(chega um par de mãos e se cumprimentam: uma está cheia de anéis e unhas postiças , a outra está com anéis grandes e unhas coloridas , mãos de peruas .)

Voz fina - Olá, querida! (beijinhos barulhentos)

Voz feminina - Olá! Três para casar! "Tá boa, bem?” Fofa! Mas cê tá numa peruagem danada "... Minina que qui ocê andou fazendo?  Foi Plástica ou botox, não diga que fez preenchimento  ? Ah, que isso! Fofa,  que qui ocê fez?  Suas unhas estão lindas...

Voz fina – Minina , são lindas mesmas , não são ?! São postiças! Última moda, essas são legítimas, vieram direto da 25 de março lá do são Paulo do  Paraguai...

Voz feminina - Nossa! Minina! Que tantão de anel! Tá parecendo árvore de Natal! Háháhá...

Voz fina - Ah!Dondoca ... Tem mais lá em casa! Presente de papai! Blá Blá Blá... Minina se viu quem separou de quem, e cê viu quem traiu quem com quem ? Vou te contar tudo... cada fofoca quente ... (Chega uma mãozinha de criança pedindo esmola)

Mãozinha de Criança - Ô Dona, ô dona ! Dá uns trocados...

Voz feminina – Uaiiiiii. Que isso ? Que  coisa feia e suja é essa  se emtendo entre a gente ?Dona? Que coisa pobre! Uma mão fina como eu, ser chamada de "Dona"? Eu, que tenho um nome tão chique, a nova sucessora da Lady Di, ... É só me apresentar para o príncipe Charles  que ele vai ficar doidinho...e vai deixar aquela feiosa com cara de cavalo da Camila Parkinson de lado

Mãozinha de Criança – Mas, Dona... Eu tô  é com fome! (Pega nas mãos chiques)

Voz feminina – Mata um boi e come !Cruz credo , sai pra lá, Pivete! Tira essas mãos sujas de mim que eu passei creme  da natura ... vitoria secret  tô cheirosíssima e maciíssima (ela tira uma  sombrinha  e espanta o pobre) Xô! Xô! Gentinhaaaaaaaaaa

Mãozinha de Criança - Ai ,Dona! Ai! Ai!

Voz feminina - É querida! Esse ambiente não é para nós duas! Vamos embora...pobre fede .....vamos ao shopping De Higienopolis , lá que é lugar de rico , nada de pobreza

(Saem todos e entram outras duas mãos: a do Político e do Puxa-Saco: na mão do político tem que ter um anel de doutor e uma pulseira de ouro que ele balança o tempo todo, a mão do puxa saco traz uma caneta)

narrador - E agora é a vez de aparecer um político muito conhecido, é desses que a gente vê todos os dias...

Grossa – Venha, João Busca Voto de Novo  , eu tenho que divulgar ao povo as minhas cinco prioridades: 1, 2, 3, 4 e icha ;. esqueci que só tenho 4 dedos .

Anasalar - Oh, Chefinho! Essas prioridades devem ser o "must"... Sempre pensando no seu umbigo e nunca ao umbigo do povo... O senhor é "umbigocêntrico"!

Grossa - Caaaaaaaaalado! Você é pago para puxar-saco e não para dar palpite! E vá anotando as quatro  prioridades: 1ª- Tirar dinheiro das escolas das crianças do país e com esse dinheiro fazer um trenzinho teleférico que vai ligar o Pão de Açúcar ao Pico mais alto do mundo... o...o.... como é que é mesmo?

Anasalar - Everest!

Forte - Isso, Puxa - Saco! Cê tá ficando inteligente... (Isso é um perigo! Povo não pode pensar)...

Forte - 2ª- Já que os Sem Terra querem terra, vamo fazê a Reforma Agrária na Lula! Não na lula não , na lua ..

Anasalar – Mas,  chefinho... Num vai ficá difícil de ir plantá lá na Lua?

Grossa - Nóis não tem que preocupar com isso...seu megatrefe . Eles não queriam terra, nóis deu... agora a condução já não é probrema nosso. Eu farei...o plano da fome zero ...ser fome 10 .. em vez de dar eu vou tomar .. assim a fome vai acabar ,porque os pobres vão morrer e farei também  a cesta .;. cesta frua , s[cesta carro , cesta celular .. e tem as bolsas , bolsa de couro , bolsa ecológica , bolsa da argentina ... é bolsa que não vai caber mais nas bolsa .(bobagem... bobagem... bobagem... 3ª- Tá anotando...)

Anasalar - Tudo certo,  chefinho....tá notado

Grossa - 4ª- Eu farei mais bobagem e mais bobagem... e mesmo não tendo o quinto dedo farei a prioridade 5 que é a mais importante :ficarei com todo o dinheiro que puder na minha conta na Suíça! Isso é que é prioridade! E voando alto no meu jato particular de seis bilhões de dólares , ou será que fica perigoso ? Acho melhor guardar tudo na cueca .. ou usar o cartão corporativo ... ou quem sabe o mensalão ?

Anasalar - Bravo , chefinho, bravo! Mas,  chefinho e os pobre? O povo?

Grossa - Os pobres é que se explodam...puxa saco .De pobre eu quero é só voto e olhe lá... E vamo que vamo... que tem muita coisa pra fazê...
Sai empurrando o Puxa saco.

Narrador - E vamos dar uma volta por uma cidade grande... O que anda acontecendo?... Violência? Arbitrariedade... Insegurança...

L - (música de suspense... Pantera Cor-de-Rosa)

(Mão com luva preta e revólver  assalta uma mão de uma velhinha com luva !)

Voz grossa - Passa logo a bufunfa, velhinha.

Velha - Mas moço, eu sou só uma velhinha aposentada do INSS

Voz grossa - E eu com isso! Pior é se não fosse!

Velha – Tem dó dessa pobre veia ...

Assaltante -Se eu gostasse de velho, eu abria um asilo... Passa logo o relógio e a grana!

Velha - Mas a aposentadoria já é tão pequenininha... mal dá pros remédios

Voz grossa  assaltante - Não quero saber... Não sou quem te paga, reclama com o governo, que é mais ladrão que eu... Passa logo que meus filhos tão passando fome lá em casa e eu tô desempregado...

Velha - Ô moço... Quem vai passar fome agora sou eu... Ai,  meu Deus, me ajuda!Me ajuda , gente me ajuda que tô infartando .. ai meu coração aiiiaiaiai- ohhhhhhhhraaaaa chama  o corpo de bombeiros

Voz grossa assaltante  - É isso aí, passa o relógio...

(A velhinha desmaia - o ladrão examina o pulso e diz):

Assaltante – Icha .. acho que matei a veia  "É... pobre velha, não aguentou o baque... Menos uma para assaltar... Êpa... óia outra lá!!!

(Sai de cena como se tivesse correndo atrás de outra
Entra outra mão  é a do encardido  )

mão suja – Errrararara .. será que tem alguém aqui pra eu atentar ? Quem sabe aquele casal ali ? Oba .. família ... eu adoro estragar as famílias .

Mão da  mulher dada com o homem , passa outra mão de mulher e o mão suja mexe com o marido simulando que foi a outra  mulher havia passado a Mao no marido  )

voz – O mulher boa !!!!!!!!!!!

(mão da mulher – manda a bolsa nele e diz) _ Seu sem vergonha !!! Não respeita nem a mulher  dos outros ... seu tarado !!!!!!!!

mão da esposa .. Que isso ? Por que fez isso com ela ? Não me respeita ? Seu à toa , vagabundo . Eu vou arrebentar você todinho . Batendo nele

mão do homem – Não fui eu, benzinho ... juro por  Deus

Mão suja – Foi que eu vi ...

esposa – Você não tem vergonha de mentir pra mim não , seu safado !!! Eu bem que sabia ... aquela  sirigaita , dedo fino ... e você me disse que eu era a mão da sua vida , me prometeu mundos e fundos , jurou nos pés do padre que iria me amar e respeitar até morte e agora isso .. vou me separar de você , quero o divórcio ...

mão suja – isso mesmo , eu testemunho a seu favor ..

marido – Mas quem é esse ? De onde surgiu ?

mulher - agarra o mão suja e fala – ele é meu amante .. !!!!!!!!!

mão suja –  E fedeu rsssssssssssssssss... é isso , mesmo(  sou é ???Mulher é mesmo um bicho criativo ... )

marido – Sua safada .. eu sempre desconfiei . Agora tenho certeza . Você  me paga e esse ai também .. eu vou dar um surra em você e nele ..

mão suja – Pára ai .. surra??? Tô fora ... ( ele foge e as mãos ficam brigando )
Safado , sua desavergonhada brigam as mãos até entrarem dentro do pano  ..

Narrador - E agora vão aparecer outras mãos... É estas mãos não têm anéis... Não têm prioridades falsas... não são violentas... São mãos acolhedoras e carinhosas...

Muito parecidas com as mãos de alguém que nós conhecemos(aparecem as mãos de Jesus e muitas mãozinhas de crianças.)

Jesus - Eu vim para que todos tenham vida... diferentes de todas essas mãos que qui passaram com tantas discórdias e maldades , eu vim anunciar o caminho do bem e do amor a todos .

Fininha - Senhor, minha mãos estão fechadas... Não consigo abrir!

Jesus - (e abrindo a mão da criança) Com esse meu gesto estou abrindo sua mãozinha para que você possa se abrir para ajudar a tantas outras mãozinhas fechadas como a sua, que ainda não compreenderam o amor!

Voz de  menino - Senhor... Cura-me também, tô com o dedinho ferido!

Jesus - Eu também te curo das feridas, das mágoas, da falta de fé, de tudo o que vai mal no seu coração,  para que você vá ao encontro de outras que estão feridas também e possa,  assim como eu,  levar a elas a cura do coração...

Cra 1 - Senhor! Dá-me pão! Tô com fome!

Jesus - É! Eu vou te dar pão, saciar a sua fome... Mas, mais que isso,  vou te alimentar com o pão da vida eterna  e assim,  sustentado , você vai poder partilhar dele com todos os outros.

Todos juntos – O Senhor  tem feito bem todas as coisas! Senhor, nós queremos te seguir no caminho da vida... Queremos ter mãos como as suas Mãos que salvam... que curam... que fazem milagres... Deixa que te sigamos!

Jesus - Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida... Venham comigo e juntas vamos realizar as maravilhas do Pai.

(Jesus mostra a sua mão para as crianças, chama-as dizendo: )_
Jesus _ Ei, vocês ai crianças, tenham mãos carinhosas, como as minhas, que são carregadas de amor e bondade e possam assim também levar a tantas outras crianças realizarem  juntas a obra do Pai do Céu.
Eu nome de Deus que é pai eu os abençôo: em nome do pai , do filho e do espírito santo .Amém

Vamos, vamos mãozinhas (todos) o mundo nos espera. 



http://www.catequisar.com.br/texto/missa/layout.htm

Um comentário:

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!