Seguidores

sexta-feira, 1 de abril de 2011

4º DOMINGO DA QUARESMA- JESUS CURA O CEGO DE NASCENÇA


Historinha da semana:
Um jardim muito diferente
Todo mundo sabe que a primavera chegou. E tudo ficou tão bonito. Quero dizer... Para alguns sim, mas para outros...


Tortinha ____ Ah destino cruel, porque tudo acontece comigo. Vejam só todas as flores são tão lindas... E eu assim, tortinha, aleijadinha... feinha 

Bonitona ____ Pare de reclamar tortinha... Agradeça pela beleza de suas cores... Vê só a ceguinha... Ela nada vê, mas se sente feliz em alegrar o ambiente para os outros


Tortinha __ Eu quero que os outros se danem. Queria ver se eles fossem tortinhos como eu se eles seriam felizes. Você fala assim pique é perfeitinha... Lindona e não é ceguinha


Bonitona ____ Engana-se querida, eu falo assim porque sou agradecida e vou parando com esse papo chato. Tchau pra vc


Tortinha __ Pode ir, sua esnobe... Fala assim porque não tem defeitos, fica ai toda arrumadinha, bonitinha se achando a tal já vai tarde, sua metida...   Pô... Caramba. Como dói ser curva. Ser torta e aleijada... melhor era eu ter nascido morta .. Esticada e durinha.


Ceguinha (cantando) ___ Sou feliz senhor porque estás comigo, vamos lado a lado és meu melhor amigo.. Sou feliz senhor


Tortinha ___ Ô sua desafinada, quer calar essa boca? Num tá vendo que hoje eu tô depressiva?


Ceguinha ____ Como pode uma flor ter depressão? Um ser tão belo e encantador, que embeleza, perfuma e colore todo o jardim...


Tortinha ____ vc fala assim porque é cega, minha filha... Se enxergasse iria ver que não sou nada disso. Sou torta, feia (snift) e aleijadinha.


Ceguinha ____ Que isso, irmã... Porque tanta revolta?


Tortinha ____ Não é revolta não. É pq eu não me aceito do jeito que sou. Vê só. O vento agora bate em sua haste e vc balança com ele, dança uma valsa de amor com ele, mas comigo isso não acontece... Ele bate e quase me mata me joga no chão... Ele não me balança nem ao menos é educado pra me pedir perdão... Eu quase morro toda vez que ele passa... Meu corpinho torto não balança (snift) como sou infeliz ohhhhhhhh eu quero morrer... Quero morrer...


Ceguinha __ Calma, calma, tortinha! Eu sei de uma coisa que poderá ajudar a vc melhorar.


Tortinha ____ Vê só quem está falando isso? Uma cega que não enxerga nem a ponta de seu nariz, ainda mais querendo dar conselho pra alguém superior a vc. Ah, vê se vc se enxerga, ô sua cega!


Branquinha ____ Puxa vida, tortinha. Pq agredir assim, a ceguinha? Ela está só tentando de ajudar... Melhorar seu dia.


Tortinha ___ Por acaso vc acha que ela pode mudar a vida de alguém sendo que nem a dela ela enxerga?


Ceguinha ____ Não fale o que vc não sabe, tenho comigo uma luz que é maior que qualquer luz do mundo, tenho a esperança de ser curada pelo mestre jardineiro. Ele virá... Outras flores já me disseram. Ele trará a luz tb de fora pra mim. Eu verei todas as maravilhas que vc vê e não agradece. Terei o prazer de ver os pássaros, e o sol, e o vento nas plantas. Sentir e olhar a chuva fina que irá me abraçar, trazendo à terra a alegria da vida.


Tortinha _____ Ela bebeu? Além de cega agora também é uma tonta? Deixe de ser tola... Ninguém virá ajudá-la. Vc morrerá cega. Assim como eu morrerei torta... Esse tal de mestre não existe... É uma enganação.


Ceguinha ____ (autoridade) Eu creio nele sim e sei que ele está próximo. ( calminha ) Ainda dá tempo de vc se arrepender e procurar ajuda no mestre jardineiro , tortinha.


Tortinha ___ Cruz credo! Só me faltava mais essa. Prefiro morrer torta a acreditar em bobagens.


Ceguinha ____ Se é assim que vc pensa. Azaro seu. Eu, qdo o mestre chegar, vou pedir a ele que me cure... Esperei por ele a vida toda e sei que ele assim o fará e serei eternamente grata a ele.


Bonitona (chega aflita, gritando) _____ Ei ceguinha. Ceguinha. Vê lá quem está vindo! É o mestre... Peça a ele... Peça. Ele irá curá-la. Você tb, tortinha. Acredite que ele irá fazer vc ficar boa... Aproveite, peça a ele Tb.


Tortinha ___ (cantando) to nem ai. To nem ai. Vai cuidar dos seus problemas e deixa os meus aqui. Tô nem ai. Tô nem ai.


Ceguinha _______ Mestre, ó mestre... Sou eu a ceguinha. Senhor tenha dó de mim, me cure de minha cegueira, há tanto tempo tenho esperado por isso... Há tanto tempo tenho esperado pelo senhor e por sua luz.



Mestre ______ Tudo bem, minha filha. Conheço o seu coração e sei o quanto é boa e o quanto me ama. Abra seus olhos... A sua fé te salvou...

Ceguinha ______ Viva. Eu estou enxergando... Estou vendo tudo. Estou vendo. Muito obrigada, mestre. Muito obrigada, mestre...


Tortinha _____ Ou. Que bagunça é esse ai hein?Quê isso? Que palhaçada é essa?Vai curando uns e deixando os outros aqui sem curar? Assim não, assim não dá, assim não tem jeito. Faça o favor de me curar Tb, afinal deve ter sido por sua causa que eu nasci torta assim.


Mestre _____ Querida florzinha, primeiro é preciso curar seu coração, depois é que o milagre acontece. Felizes são todos aqueles que acreditam no senhor, pique esses verão a gloria eterna.

Desta forma crianças aconteceu uma grande festa no jardim, com muita alegria pela cura da ceguinha...
Agora. Qto a outra. A outra tortinha. Essa ainda anda revoltada, mas querendo entender como é que se cura coração para que se opere o verdadeiro milagre.


http://www.catequisar.com.br/texto/missa/layout.htm



















Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!