Seguidores

quarta-feira, 30 de março de 2011

TESTAMENTO DE JESUS


Eu, Jesus de Nazaré, vendo que se aproxima a minha hora de deixar o mundo, estando na posse das minhas plenas faculdades para assinar este documento, desejo repartir os meus bens entre as pessoas mais chegadas a Mim.
Mas, como vou ser entregue como Cordeiro para a salvação da humanidade, penso que é conveniente deixar os meus bens a todos.
Deixo todas as coisas que, desde o meu nascimento, estiveram presentes na minha vida e a marcaram de um modo significativo.

Assim:
Deixo a Estrela que conduziu os Magos a Belém, aos desorientados e a todos os que precisam de ver claro, a todos os que desejam ser guiados ou servem de guias aos outros.

Deixo o Presépio aos que não têm nada, nem sequer um lugar para se abrigar, uma fogueira para aquecer-se, um amigo com quem falar.

Deixo as minhas Sandálias aos que desejam empreender um caminho de bem, aos que estão dispostos a seguir-Me até ao fim, mesmo pelos quatro cantos do mundo.

Deixo a Bacia onde lavei os pés aos meus discípulos, aos que querem servir os outros, a quem desejar ser pequeno diante do seu semelhante, pois esse será grande aos olhos de meu Pai.

Deixo o Prato onde parti o pão, aos que promovem a fraternidade, para que estejam sempre disposto a amar acima de tudo e a todos.

Deixo o Cálice aos sedentos de um mundo melhor, de uma sociedade mais justa e de uma Igreja mais fraterna.

Deixo a Cruz a todos aqueles que estiverem dispostos a carregar com ela a seguir-Me.

Deixo a Túnica a todo aquele que a dividir e repartir pelo necessitado.

Deixo a minha Palavra, que o Pai Me confiou, a todo aquele que a escuta e põe em pratica.

Deixo a Alegria a todos os que desejarem partilha-la sobretudo com o triste.

Deixo a Humildade a quem estiver disposto a trabalhar acima de tudo pela expansão do Reino de Deus.

Deixo o meu Ombro a todo aquele que precisar de um amigo a quem possa reclinar a cabeça, ao abatido pelo cansaço do caminho, para que possa descansar e recuperar forças para continuar a caminhar.

Mas, porque amo a Humanidade, por quem tanto sofri, deixo-Me a MIM MESMO na EUCARISTIA.
«Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos».

Também quero deixar como legado, a toda a Humanidade, as atitudes que guiaram a minha Vida, atitudes que quero que guiem também as vossas vidas.
Jesus Cristo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!